domingo, 29 de maio de 2016

Antecedentes do Viagra

Antecedentes sobre o Viagra
O Viagra é o melhor tratamento conhecido para a disfunção erétil em comprimido.
A pequena pílula azul foi introduzida pela empresa farmacêutica Pfizer em 1998 e foi um sucesso imediato.
Em 2000, a venda de Viagra foi responsável por 92 por cento do mercado mundial de pílulas de disfunção erétil prescritos.
Viagra estava sob proteção de patente no Reino Unido até 2013. Uma vez que a patente expirou, versões legais mais baratas de Viagra genérico (sildenafil) foram disponibilizados.
No entanto, a qualidade da marca Viagra significa muitos homens ainda preferem usar o produto original.
Pode Viagra causar efeitos colaterais?
A maioria dos homens não vai sentir quaisquer efeitos secundários ao tomar Viagra. Se ocorrerem efeitos secundários são geralmente ligeiros e breve.
Os mais comuns são dor de cabeça e rubor facial. Outros efeitos colaterais podem incluir palpitações, indigestão, tonturas e visão turva.
No caso de quaisquer efeitos secundários, sempre consultar um médico antes de prosseguir.
Quem pode tomar Viagra?
Viagra é a prescrição somente por uma razão. Sempre obter aprovação especialista antes de começar a tomá-lo.
Sempre o paciente deve ter certeza de divulgar todas as condições médicas com o seu médico, especialmente se eles têm uma história de angina, ataque cardíaco recente, acidente vascular cerebral recente, pressão arterial alta ou baixa, bem como algum tipo de alergia.
Viagra não deve ser tomado por aqueles que utilizam qualquer nitrato ou medicamentos monocorail.
A disfunção erétil pode ser causada por condições médicas subjacentes, como a pressão arterial alta, colesterol elevado, obesidade e diabetes tipo 2.
ED é muitas vezes o primeiro sinal destas condições, para que qualquer pessoa que sofre de disfunção eréctil, particularmente se eles estão com idade superior a 40, deve marcar uma consulta com o seu médico de família.
Fatores podem limitar a eficácia de Viagra ?
Sim. O álcool pode limitar a eficácia do Viagra, como pode alimentos ricos em gordura. Para obter os melhores resultados, Viagra deve idealmente ser tomado com o estômago vazio.
Cialis e Levitra, outros tratamentos de ED, pode ser tomado com uma refeição (mas não com álcool), por isso, se isso é importante para uma pessoa, que pode querer experimentar estas opções em seu lugar.
E se o Viagra não funcionar?
Viagra nem sempre funciona primeira vez, mas isso não significa que isso nunca vai funcionar. Se nada acontecer na primeira vez, o Viagra poderia, contudo, ser mais eficaz na próxima vez.
Na verdade, os médicos aconselham a tentar todos os medicamentos para a disfunção eréctil oito vezes antes de desistir e passar para outro tratamento ou dose mais elevada.

sábado, 10 de outubro de 2015

Problemas sexuais?

Está com problemas sexuais? Confira 6 motivos para envolver a sua parceira
Blog Andrologia

Os problemas sexuais acontecem com certa frequência na vida de um homem. Por causa disso, eles podem entrar em depressão, perder o estímulo para as atividades diárias e até se afastar do convívio social ou transformar a relação com a parceira em um turbilhão de problemas. Porém, nunca é bom sofrer sozinho.
Procure compartilhar as dificuldades de seus problemas sexuais com sua namorada, esposa ou parceira. Confira seis dicas para tornar-se mais capaz de envolver sua parceira nesse processo de tratamento!

DIVIDIR PODE SER UMA FORMA DE CATARSE

Primeiramente, dividir seus problemas (principalmente, aqueles mais graves) é uma forma de desabafar suas emoções e sentir-se melhor consigo mesmo. Esta é uma das recomendações psicológicas mais comuns. Dividindo com sua parceira seus problemas sexuais, o homem se sentirá mais aliviado e isso ajudará no processo de cura. Não se esqueça que muitos problemas sexuais têm origem emocional.

SUA PARCEIRA É PARTE INTEGRANTE DESSE PROBLEMA

relação sexual ocorre entre duas pessoas, dentro de uma relação amorosa e de vida. Essas duas partes são fundamentais no desenvolvimento de uma relação duradoura e satisfatória. A sua parceira deve estar envolvida com seus problemas sexuais, pois sofre seus efeitos negativos também.

A PARCEIRA PODERÁ AJUDÁ-LO A RESOLVER SUAS DIFICULDADES DE DESEMPENHO

Quando se trata de dificuldades no desempenho, o companheirismo e a compreensão da mulher são fundamentais para a superação e a cura do homem. Dependendo de cada caso, a disfunção erétil pode ser curada com o melhor desenvolvimento das relações íntimas. A mulher, por sua vez, é um elemento preponderante nesse processo, ajudando e apoiando o parceiro, participando com ideias criativas, fazendo de seu próprio corpo um meio de estimular o corpo do parceiro.
disfunção erétil, que é um dos principais problemas na vida sexual do homem, está muito ligada ao psicológico, à falta de imaginação e de criatividade, ao stress e às pressões do dia a dia.

A MULHER PODE ACOMPANHAR O HOMEM NO PROCESSO DE TRATAMENTO

Independente de qual seja o problema, necessite ele de tratamento médico prolongado ou somente de orientação psicológica – ou de ambos – a mulher pode ser uma grande aliada. Pode acompanhar o homem ao médico, cuidar para que ele tome as medicações certas nos horários devidos, aconselhar e enfim, permanecer ao seu lado, de forma que o tratamento para o problema sexual surta o efeito desejado e que a cura possa ser obtida com mais rapidez.

SUA PARCEIRA É A SUA CONTRAPARTE

Vale a pena desenvolver essa visão de que a mulher é a contraparte do homem. Os problemas sexuais, sejam doenças venéreas, problemas de ejaculação precoce ou disfunção erétil, refletem-se diretamente na imagem da mulher. Os problemas sexuais vão limitar o homem em sua relação com ela , especialmente se a parceira mostrar que o relacionamento normal apesar dos problemas. Essa atitude de ignorar a situação é prejudicial para o tratamento.

CONVERSAR É UMA FORMA DE INTENSIFICAR O RELACIONAMENTO

Se você for casado ou está namorando sério, partilhar os problemas com sua parceira, sentir que ela está envolvida com suas dificuldades sexuais, é uma excelente forma de intensificar o relacionamento com ela. É o momento de mostrar que o envolvimento de ambos está além do sexo, envolve um interesse maior, uma amizade profunda e sentimentos mais duradouros – situações que podem ajudar a diminuir os sintomas de problemas sexuais.
Pare de sofrer em excesso com algum problema em sua vida sexual e não se envergonhe caso isso ocorra. Procure compartilhar tudo com sua parceira e também busque ajuda médica de alto nível. Encontre na mulher o apoio necessário para superar a crise, vencer suas dificuldades, curar-se de sua enfermidade ou indisposição.
Você já teve alguma experiência semelhante e conseguiu vencer? Conte como obteve êxito! Compartilhe e aprenda com outros leitores!

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Spray para impotencia sexual! Spray do grupo de Andrologia.

A impotência sexual tem uma nova alternativa: o Spray

Nós, humanos, temos necessidades físicas, como respirar, pensar, nos alimentar e dormir. Tão importante quanto todas estas, é a atividade sexual.
E sendo assim, pode-se dizer que a impotência sexual é um drama para o homem.
Disfunção erétil é o termo médico atualmente mais aceito para definir tal condição  de incapacidade de obter e manter ereção satisfatória para o ato sexual. Estatísticas afirmam que mais de 40% dos homens entre 40 a 70 anos tem alguma forma de disfunção erétil, e destes, muito poucos procuram ajuda médica. Esta teimosia masculina torna esta a doença mais comum entre os homens. E a menos tratada do mundo.

Para Entender a Ereção

Sem o estímulo sexual, o pênis deve ficar relaxado. Ao se deparar com estímulos eróticos como visão, toque, sons ou memória, o cérebro comandará uma série de reações para músculos, nervos e vasos e isso determinará a ereção. A irrigação sanguínea dos corpos cavernosos aumenta e o pênis torna-se rígido. A responsável por esta reação é a testosterona. E se não for assim, temos um problema: a disfunção erétil.

Causas da Disfunção Erétil

De Origem Psicológica: 30% dos problemas sexuais deste gênero tem origem psicológica. Ocorre principalmente em jovens, e é causado principalmente por ansiedade, depressão e culpa.
Uso de Drogas: Todas podem causar ou contribuir para o problemas sexuais. Maconha (que também pode provocar esterilidade), álcool, nicotina, cocaína e anti-depressivos trazem entre outros problemas, a impotência.
Neurológica: Esclerose múltipla, trauma medular e neuropatia diabética estão relacionados ao problema.
Causas de origem vascular: A arteriosclerose e hormonal, como hipoandrogenismo.
Quem passa por uma experiência desagradável, como a perda da ereção ao fazer sexo ou a ejaculação muito rápida, pode, na próxima oportunidade, relembrar a situação desagradável , ficar inseguro, temendo repetir o fracasso, e torne esta outra causa para a disfunção erétil
Atualmente, existem medicamentos via oral disponíveis no mercado para o tratamento da impotência: Viagra, Cialis, Levitra, entre outros. São aconselhados para casos mais extremos e devem ter indicação médica, afinal há muitos efeitos colaterais. E eis que surge uma boa novidade neste segmento: o Grupo de Andrologia propõe o tratamento através de um spray.
Acionando o spray, são liberadas milhões de micropartículas, com a capacidade de serem absorvidas diretamente pelos numerosos vasos sanguíneos e capilares presentes em toda mucosa interna da boca.
O efeito imediato é amplificado ao cair diretamente na corrente sanguínea pelas veias jugulares e cavas superiores, indo diretamente ao coração de onde é bombeada para todos os locais em que atuará no organismo do paciente.
Desta forma, evita-se o metabolismo de primeira passagem, que ocorre nos medicamentos tradicionais de via oral. Usando-se menos princípio ativo, o tratamento torna-se mais tolerável e sem efeitos colaterais, atingindo o efeito desejado com doses de até 5% em comparação com os medicamentos que você já conhece.
Considerando a  absorção muito mais eficiente, o medicamento promove a ereção muito mais rapidamente, além de não sofrer alterações com alimentos (que na via tradicional pode atrasar em até 4 horas o início de ação do remédio).
Deixe a temosia de lado e agende uma consulta conosco. Iremos resolver o seu problema!

quarta-feira, 12 de março de 2014

Spray para impotencia sexual


A impotência sexual é um dos problemas que afeta o sexo masculino e é bem comum encontrar uma grande quantidade de remédios para tentar resolver esse problema. A primeira pergunta que todos fazem é a seguinte: esse remédio funciona mesmo?
Existe hoje no mercado uma grande quantidade de medicamentos para a impotência sexual. E nesse meio surgiu o spray para impotência. Assim como qualquer remédio, as dúvidas sobre esse tratamento, ainda pouco conhecido, existem. Confira algumas explicações quanto ao spray para impotência:

Como funciona o Spray

O spray usa medicamentos com veículos específicos numa quantidade 10% menor que a forma em comprimido. O medicamento deve ser aplicado embaixo da língua, uma área que por ter muitos vasos sanguíneos, o princípio ativo é absorvido mais rapidamente do que outros medicamentos em comprimidos, por exemplo. O spray é um tratamento e não deve ser usado apenas antes da atividade sexual, apenas para garantir uma melhor “performance” por parte do homem. O número de aplicações varia para cada caso.

Funciona mesmo?

É claro que existem aqueles que experimentam e aprovam logo de início. Uma outra parte dos pacientes não tem tanto retorno do tratamento. Para ter respostas, é preciso que o indivíduo experimente a medicação, sempre orientado por um médico. Apenas ele poderá informar qual remédio é ideal para seu problema e se o spray é indicado para você, ou se é preferível utilizar outra medicação.

Qual é o melhor spray para usar?

De acordo com os médicos, isso varia entre os pacientes, pois a resposta clínica pode mudar muito de um caso para o outro. Sendo assim, cada indivíduo tem uma resposta a cada tipo de medicamento. É bom ficar atento, pois não existe um único spray para a impotência sexual! Portanto, antes de usar qualquer medicamento, é preciso passar todo histórico clínico para o profissional da saúde.

Contraindicações

O spray não é indicado para quem teve infarto ou derrame recente, quem usa remédios para o coração e quem tem alguns tipos de doença na retina.

Quando começa a fazer efeito?

O ideal é que o tratamento com o spray seja associado à fisioterapia. Dependendo do caso, os efeitos começam a aparecer a partir do terceiro dia de uso. Em casos, mais graves, porém, pode demorar mais.
Então, não hesite em procurar uma clínica especializada, onde o médico, por meio de seu histórico e condição clínica, deverá receitar o melhor spray para impotência sexual.
E você, gostou das dicas? Compartilha as suas com a gente ou ligue no 48 33652436

Grupo de Andrologia Tudo que você precisa saber sobre o spray para impotência | Grupo de Andrologia

Grupo de Andrologia Tudo que você precisa saber sobre o spray para impotência | Grupo de Andrologia